Beneficios a Saúde: Carne Vermelha

0
Compartilhar:

A carne vermelha é fonte de todas as proteínas e os aminoácidos essenciais para o nosso corpo. Ela não tem um substituto único e contém vitaminas que não são encontradas em nenhum outro alimento.
Cortar esse alimento da dieta sem antes procurar um nutricionista é um erro.

São fontes de gordura saturada, e o consumo em execesso, aliado a fatores de sedentarismo, por exemplo, pode contribuir para o aumento do colesterol e consequentemente maior incidência de problemas cardíaco.
São muito os benefícios da carne vermelha, por isso não deve ficar de fora da sua dieta. O consumo diário da carne pode variar entre 100 e 120 gramas. Quantidade suficiente para suprir as necessidades nutricianais de cada pessoa, variando entre carne branca e carne vermelha.

É o alimento que concentra a maior quantidade de ferro, sendo assim um bom combatente à anemia, é também fonte de proteínas, que são importantíssimas para o desenvolvimento dos músculos, órgãos e tecidos, e contém zinco, um mineral que contribui para o bom funcionamento do metabolismo de proteínas, carboidratos, lipídeos e ácidos nucléicos.

Além de consumir com moderação, é importante optar por carnes magras e preparações saudáveis, evitando frituras e preferindo carnes assadas, grelhadas ou cozidas.

Para quem pratica exercícios físicos, ficar sem comer carne vermelha pode atrapalhar o treino, já que ela é fonte de diversos nutrientes que melhoram o desempenho muscular, como a mioglunulina, que promove o transporte de oxigênio para os músculos, o ácido linoleico que ajuda a perder peso e promove a perda de gordura e a creatina, que ajuda a restaurar ATP após o esforço muscular. ATP é um tipo de molécula produzida durante a respiração celular, que dá energia ao corpo.

A carne vermelha também é fonte de mioglobulina, uma proteína que promove o transporte de oxigênio para as células musculares e age como antidepressivo, o que permite exercícios mais intensos e sensação de bem-estar. O alimento ainda é a única fonte de vitamina B12, indispensável para o funcionamento das células nervosas do corpo.

O diferencial da carne bovina com relação aos alimentos quando o assunto são vitaminas, é pelo fato desta possuir grande quantidade de vitaminas do complexo B, em especial a vitamina B12. A falta de vitamina B12 no organismo pode causar anemia e mudanças no sistema nervoso, que se não cuidadas podem se tornar graves. Além disso, a carne vermelha também auxilia no desenvolvimento e na recuperação muscular, por conter muitas proteínas portadoras de aminoácidos essenciais, sendo muito recomendado o seu consumo por atletas. Nutricionalmente, a carne vermelha é indispensável.

As carnes vermelhas ainda possuem compostos carcinogênicos que, se consumidos em excesso, aumentam as chances de câncer de intestino e próstata.
Veja quais são os cortes com mais gordura e mais magros:

Cortes magros

Patinho – 7 gramas de gordura
Maminha – 7 gramas de gordura
Músculo – 7 gramas de gordura
Lagarto – 9 gramas de gordura
Filé mignon – 9 gramas de gordura
Coxão duro – 9 gramas de gordura
Coxão mole – 9 gramas de gordura

Cortes gordos

Acém – 11 gramas de gordura
Alcatra – 12 gramas de gordura
Contra-filé de costela – 13 gramas de gordura
Cupim – 13 gramas de gordura
Picanha – 20 gramas de gordura
Fraldinha – 26 gramas de gordura
Costela – 28 gramas de gordura
Além disso, pessoas que retêm mais ferro do que deveriam, precisam diminuir ou evitar o consumo de carne vermelha, que é rica nesse mineral.
Quem sofre de câncer de próstata deve tomar o mesmo cuidado, pois a carne estimula a produção de testosterona, o que pode prejudicar o quadro da doença.

Compartilhar:

Deixe um Comentário