Manifestantes bloqueiam vias de São Paulo em dia de votação da denúncia contra Temer

0
Compartilhar:

Manifestantes bloquearam ao menos três rodovias de São Paulo na manhã desta quarta-feira (2) em protesto pela aceitação da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados.

Com base nas delações de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, Temer foi denunciado em junho ao Supremo Tribunal Federal pela Procuradoria Geral da República por corrupção passiva. O STF só poderá analisar a denúncia, porém, se a Câmara autorizar.

 Será aberta após 51 deputados registrarem presença na Casa. A votação, porém, só começará se houver pelo menos 342 parlamentares no plenário.

Os dois sentidos da Rodovia Régis Bittencourt na altura do km 274, entre as cidades de Embu das Artes e Taboão da Serra, foram interditados por volta das 7h. Os manifestantes atearam fogo a pneus para fechar a via. Pouco tempo depois, os bombeiros começaram a apagar o fogo para liberar a via. Às 7h30, a via foi parcialmente liberada.

No mesmo horário, a Rodovia Anchieta foi bloqueada no km 23 na altura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, no sentido São Paulo. Os manifestantes também usaram barricada de pneus. Carros foram desviados para a Avenida Brigadeiro Faria Lima, de São Bernardo. Por volta das 7h25, os bombeiros começaram a apagar o fogo.

A Rodovia Presidente Dutra também foi bloqueada no sentido São Paulo com barricada de pneus entre km 209 e 210, região de Guarulhos. Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto gritam palavras de ordem contra o presidente Michel Temer.

Também houve bloqueios de rodovias no Ceará e em Pernambuco.

Compartilhar:

Deixe um Comentário